Selecione a Categoria Aqui

Slider

Travel

Cute

My Place

Mundo

Racing

Videos

» » » Mulher que já avaliou mais de 40 mil currículos conta os 5 erros mais irritantes
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga



Fala-se muito sobre o que fazer quando um trabalhador está escrevendo ou atualizando o currículo. Mas também é importante saber o que não fazer. Quando Tina Nicolai começou a trabalhar como recrutadora para o Walt Disney World no fim dos anos 1990, percebeu que muitas pessoas que buscavam emprego enviavam currículos com falhas. São fatores que, obviamente, reduzem as chances de o trabalhador conseguir o emprego.

“Eu percebi que as pessoas simplesmente não sabiam se vender ou vender suas conquistas”, afirmou Tina ao Business Insider. “Foi então que eu vi que havia um mercado para educar candidatos a vagas de emprego em todos os níveis e em todas as áreas”, disse ela.

Com essa experiência, em 2010 ela fundou a consultoria Résumé Writers. “Desde que fundei a empresa, já li mais de 40 mil currículos”, diz. Ela selecionou alguns dos erros mais “irritantes” na sua opinião.

Desleixo

“O maior erro que os candidatos cometem é o desleixo. Eles prestam pouca atenção nos detalhes, são preguiçosos!”, afirmou. Alguns exemplos que a consultora deu foram erros de digitação, fontes pouco profissionais, informações desatualizadas e dados irrelevantes.

Resumos muito longos

Logo no início do seu currículo, você deve fazer um pequeno resumo com as informações mais importantes sobre você e que podem chamar a atenção de possíveis recrutadores. Mas textos muito longos, escritos com um tom muito formal ou que incluem muitos adjetivos podem ser irritantes para quem lê. “Depois de algum tempo, os resumos podem parecer um capítulo longo demais em um livro. É melhor listar alguns pontos com suas principais conquistas”, afirma.

Começar um item com “Responsável por”

Essa é outra questão “preguiçosa” vista muitas vezes nos currículos. “Os candidatos precisam entender que começar a frase com ‘responsável por’ diz ao leitor que o candidato deveria fazer uma coisa, mas não diz se a pessoa realmente executou a função”, afirma Tina. “Isso não diz que o candidato foi bem sucedido na função. Não seja preguiçoso: use alguns minutos a mais para explicar o que você conquistou, e não o que você deveria ter feito”.

Usar muitos jargões corporativos

Características como “pensar fora da caixa”, “trabalhar bem em equipe” e ser “ótimo comunicador”, são o básico esperado pelo mercado atualmente, diz Tina. “Uma pessoa que realmente é boa em resolver problemas pode demonstrar isso de forma sucinta e criativa no currículo, usando poucas palavras e imaginação”.

Ser formal demais

Por último, Tina diz que currículos formais demais são irritantes porque não mostram engajamento e não dão ao recrutador uma imagem clara da personalidade do candidato.

Fonte:
http://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2016/09/mulher-ja-avaliou-mais-de-40-mil-curriculos-e-conta-os-5-erros-mais-irritantes.html

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário